segunda-feira, 6 de junho de 2011

Arte no cotidiano

No Blog que escrevo para o araraquara.com coloquei um texto sobre a presença da chamada arte em nosso cotidiano. Não tenho nenhuma pretensão neste momento de definir algum conceito de arte, ou artistas, apenas apresentar algumas opções que podem despertar o interesse em algumas pessoas.
No texto de lá apresentei uma abertura de novela que usou uma imagem de um grande fotógrafo de guerra em sua composição (se não viu clique aqui). Mas existem diversos exemplos que poderiam ser apresentados, por isso resolvi apresentar mais um, o trabalho do artista plástico Vik Muniz.
Você se lembra da abertura da novela “Passione”?
Ela foi baseada em um dos trabalhos de Vik, se você lembrou, gostou do trabalho, ou tem curiosidade para saber mais, veja o documentário “Lixo Extraordinário”. Um documentário que fala de arte, do “lixo” (materiais recicláveis), e de muitas vidas que se cruzam.
Aos Pais e Professores que me seguem, essa é uma ótima opção para iniciar um dialogo sobre diversos assuntos (arte, meio ambiente, educação...), entre tantos pontos que poderiam ser discutidos quero apenas atentar para a possibilidade de mudança através da educação.
Termino usando um fragmento do livro de Fabrício Andrade, que pode ser um princípio para o diálogo? (comente isso é um blog)
“Hoje se temos uma arte incerta e, assim, um ensino de arte incerto, é porque o homem se sente incerto... Mais do que aceitar a incerteza é preciso, recorrentemente, continuar o caminho da descoberta. Da criação. Da relação do homem consigo e com o mundo em que vive... Da arte que constrói expressões únicas..."


PEREIRA F A 2006 Arte-educação: emoção e racionalidade. São Paulo Ed. Annablume BH Facisa

Site do Filme http://www.lixoextraordinario.net/index.php

Para quem não lembra, abertura da Novela (aqui)

2 comentários:

  1. Tentarei melhorar no próximo... mas se puder assiste o filme que ele não é besta..

    ResponderExcluir